Sabia que é possível aceder a mecanismos de incentivos financeiros através da informação disponível no documento de certificação energética de edifícios, no âmbito de uma política energética empenhada em fazer cumprir os objetivos definidos? Quer saber como?

Em primeiro lugar precisa de saber que para aceder aos incentivos terá de ser proprietário de um imóvel com certificação energética de edifícios.

Depois, saiba que os incentivos são dados de acordo com diferentes aspectos da certificação energética de edifícios.

  1. Incentivos para a classe energética, destinada aos imóveis mais eficientes (A ou A+)
  2. Incentivos com base nas medidas de melhorias identificadas pelo perito de certificação energética de edifícios.

O seu imóvel é ilegível para estes incentivos da certificação energética de edifícios se possuir os novos certificados ou os certificados já emitidos desde Dezembro de 2013 e que sejam novamente descarregados da plataforma SCE através de um perito de certificação energética de edifícios.

Actualmente encontram-se em vigor os seguintes incentivos de âmbito nacional:

  1. Implementação de soluções de isolamento térmico em edifícios anteriores a 1990 com certificação energética de edifícios em coberturas ou paredes exteriores. No primeiro caso, cada operação é comparticipada até 50% das despesas totais elegíveis e até ao limite máximo por m2 intervencionado de 7€/m2 e limite máximo de comparticipação de 1500,00 €.No caso das paredes exteriores, a comparticipação é de té 50 % das despesas totais elegíveis, e até ao limite máximo por m2 intervencionado de 17€/m2 e limite máximo de comparticipação de 3.000,00 €.
  2. Investimentos em edifícios de serviços com mais de 10 anos, com atividade de alojamento, que visem a instalação de Sistemas de Gestão Técnica Centralizada (SGTC) ou otimização/melhoria dos sistemas existentes.

Informe-se melhor sobre estes incentivos financeiros no site da ADENE – Agência para a Energia, responsável em Portugal pela gestão do Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios.

Rita